Todo gestor de sucesso entende que uma das habilidades fundamentais que deve possuir é de como organizar uma empresa de maneira eficiente. Uma vez que esteja devidamente consciente do planejamento traçado, ou seja, dos objetivos e metas, é preciso organizar-se adequadamente com os recursos que dispõe.

A preocupação de como organizar uma empresa deve estar latente desde o início de suas atividades e nunca se deve perder este foco. Caso a organização da empresa não caminhe de acordo com o que foi planejado, em breve os efeitos serão sentidos. Quanto menor o porte da empresa, mais escassos são seus recursos, sejam eles financeiros, produtivos ou de pessoal, portanto, negligenciar esta atividade pode trazer sérios riscos à capacidade competitiva da empresa.

Como organizar uma empresa eficiente requer que dois sistemas básicos sejam atendidos: de organização e de produção. Eles existem para que todos os processos da empresa sejam devidamente analisados e controlados, a partir dos dados e informações gerados, o que permite ao gestor domínio e controle total sobre tudo o que diz respeito ao dia a dia da empresa.

como-organizar-uma-empresa

O primeiro caso refere-se aos sistemas relativos aos recursos humanos e aos financeiros, por exemplo. Quantos funcionários cada área terá, suas responsabilidades e eventuais crescimentos precisam estar alinhados desde o início das operações. Empresas enxutas e com processos bem definidos têm maior chance de ter sucesso. Já o controle financeiro é fator chave para a manutenção e o crescimento da empresa, não há como organizar uma empresa sem que haja preocupação especial como o fluxo de caixa. Como imaginar uma empresa não saber exatamente quanto irá receber em um mês, quanto irá pagar?

Em relação aos sistemas de produção, estão os subsistemas de entradas, processamento e de saídas. A principal preocupação no subsistema de entradas é a devida alocação dos recursos para suprir as necessidades de produção de forma suficiente e eficaz, com o mínimo de desperdício possível.

No subsistema de processamento exige conhecimentos de boas práticas produtivas utilizando dos melhores métodos e técnicas, o que resulta em eficiência no uso de recursos. E, finalmente, o subsistema de saídas trata da logística, onde igualmente se busca eficiência e redução de custos na entrega dos produtos.

Em qualquer ramo de atividade, na indústria ou em serviços, o fator humano precisa ser entendido com sua devida importância. São as pessoas que fazem a empresa, que a coloca para “funcionar”, envolver os colaboradores nos planos da empresa e valorizá-los de forma adequada é a maneira que os gestores modernos têm encontrado como maneira mais eficiente na busca de como organizar uma empresa. Funcionários colaborativos, interessados e que se sintam responsáveis pelo negócio são muito mais produtivos do que aqueles que apenas cumprem suas atividades e, com isso, ajudam a atingir os objetivos traçados pela empresa.